Na ponta dos pés - Cuidados especiais para os pés de bailarinos

Cuidados especiais para os pés de bailarinos

Os pés dos bailarinos sãos as principais ferramentas que dão vida á dança. É através deles que os movimentos fluidos e precisos se transformam em histórias e encantam milhares de pessoas. Porém escondidos debaixo das sapatilhas os pés por diversas vezes se encontram marcados por calos, bolhas, unhas encravadas e etc.

Todas essas lesões são resultado de uma rotina intensa de apresentações e ensaios e sendo assim cuidados especiais com este importante instrumento de trabalho é essencial. Mantê-lo sempre saudáveis é fundamental para executar todos os movimentos com perfeição.

Os pés sofrem muito porque são eles que suportam o peso do corpo a cada passo. As sapatilhas de ponta são particularmente desconfortáveis para os artelhos. Eles devem se ajustar a parte plana chamada gáspea para conseguir a posição em ponta. Com a base de sustentação do corpo diminuída, a estrutura requer um esforço muscular e fisiológico maior do pé. Somado aos impactos de saltos e giros contribui para lesões nos ligamentos e articulações dos pés.

Cuidar os pés é mais do que bem-estar é garantir o bom funcionamento desta importante ferramenta de trabalho. Pensando neste cuidado tão importante separamos abaixo algumas dicas que irá ajudar a você. Confira:

-Pés limpos sempre – Pés limpos evitam doenças de pele e unhas, como micose. Lave os pés com sabonete bacteriano, não se esquecendo de lavar entre os dedos.

-Mantenha as unhas bem aparadas - Unhas grandes podem ser muito desconfortáveis e doloridas durante a dança. É importante mantê-las sempre bem cortadas e lixadas para que elas não encravem ao longo da rotina de ensaios e prejudiquem o desempenho. Em caso de dúvidas sobre a melhor forma de cortar as unhas ou recorrência de unha encravada procure um podólogo, ele saberá a melhor forma de evitar esse problema.

Outro mal muito recorrente nos pés dos bailarinos são as unhas roxas. Elas ocorrem porque o pé fica comprimido dentro de sapatilhas e são forçados a segurar todo o peso corporal nos dedos.  Quando este problema acontecer o ideal é sempre procurar um podólogo.

- Hidrate seus pés - Manter os pés hidratados é essencial para evitar problemas como as tão temidas rachaduras, porém fique atento. Hidratantes em excesso podem afinar muito a pele que em atrito regularmente podem causar feridas, chamadas popularmente de “deixar em carne viva” A dica é apostar em hidratantes com ureia e hidratar os pés no máximo duas vezes por semana e sempre à noite.

- Vá ao podólogo – Problemas como bolhas e calos são muito comuns nos pés de bailarinos, porém não caia na tentação de estourá-los ou tentar resolver esse problema por si mesmo.  Problemas como estes se mal cuidados podem se transformar em infecções graves. Procure sempre um podólogo. Ele saberá a melhor e mais segura forma de resolver o problema.

- Utilize protetores nas sapatilhas – As chamadas ponteiras ajudam a protegem os dedos e ajudam a evitar que as unhas encravem ou quebrem ao longo do tempo. As ponteiras mais indicadas são as de silicone, pois ajudam a reduzir os impactos dos pés nas sapatilhas.

- Relaxe- Uma ótima dica para relaxar depois de treinos e apresentações é fazer um escalda-pés. Esquente bem a água e deixe seus pés de molho por cerca de 20 a 30 min e, se possível, adicione algumas gotas de óleo essencial de Copaíba (excelente anti-inflamatório). Isso vai proporcionar uma sensação de relaxamento além de ativar a circulação sanguínea, mas atenção: essa técnica não é recomendada para diabéticos.   Outra boa pedida é massagear suavemente os pés.

 

pés de bailarinos

Imagem: Reprodução instagram @luizaturibio_oficial

- Invista em uma boa alimentação – Uma alimentação com alimentos ricos em cálcio, zinco e vitaminas ajudam a manter as unhas fortes, saudáveis e difíceis de quebrar. Além disso, uma alimentação saudável é a principal fonte de energia, força e resistência.

-Atenção aos calçados – Escolha sempre calçados mais confortáveis.  Dê preferência aos saltos até três centímetros, eles possuem a altura ideal e não forçam muito a estrutura do pé.

-Aposte no alongamento – Antes das aulas, treinos ou apresentações sempre alongue os seus pés. O alongamento ajuda no relaxamento da musculatura, aumenta a flexibilidade e previne possíveis lesões.

- Mantenha as sapatilhas sempre limpas - A limpeza das sapatilhas é fundamental, pois o suor que escorre para dentro delas ajuda na proliferação de fungos e bactérias. Após o suo sempre as deixe um local ventilado. As ponteiras também precisam de cuidados especiais, jogue talco nelas para absorver a umidade do suor.

- Mantenha os pés secos - Jamais calce suas sapatilhas com os pés úmidos ou molhados.

“Úmidos os pés estão mais sujeitos ao ataque de fungos, causadores de frieiras e micoses” - afirma o podólogo Luiz Pedreira.

- Esfoliar a pele – As esfoliação é ótima para renovação da pele, porém fique atento para usar lixas somente em locais mais ásperos como o calcanhar, não lixar demais a pele e nunca se esqueça de hidratar a região logo em seguida. Em caso de dúvida procure sempre um profissional.

Outra dica para corrigir problemas causados pelo esforço excessivo do pé como os joanetes é recorrer a ortoplastia. Ela é um procedimento feito a partir de um molde de silicone que será usado diariamente dentro dos calçados e irá possibilitar o retorno ósseo e correção do problema.

Gostou das dicas acima?  Conte para nós, escreva nos comentários. Fique atento e não perca o passo!

Deixe um comentário

Os comentários devem ser aprovados antes de serem publicados

Return to top