Não sabe qual carreira seguir? Saiba porquê a Podologia é uma ótima opção

Não sabe qual carreira seguir? Saiba porquê a Podologia é uma ótima opção

No atual momento em que vivemos no nosso país, estar sempre preparado para o mercado de trabalho se torna cada vez mais indispensável para garantir uma oportunidade de trabalho e uma vida mais tranquila no futuro. O alto índice de desemprego faz com que a formação e qualificação profissional seja um diferencial e um caminho mais certo para a conquista de uma vaga. Seja logo após terminar o ensino médio, ou já na fase adulta a formação técnica ou em um curso tecnólogo é uma ótima opção para ingressar no mercado de trabalho de forma rápida e qualificada.  

Neste cenário, os profissionais que se dedicam aos ramos de saúde e beleza encontram maiores oportunidades de emprego e crescimento. Isso acontece porque estes são os dois ramos que se mantém em constante crescimento mesmo em momentos de crise. De acordo com a Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos (Abihpec) nas últimas duas décadas o crescimento médio do setor chegou a mais de 10% ao ano. Dentro deste nicho uma das profissões que conquistou o mundo e está crescendo cada vez mais no Brasil é a de profissional podólogo. 

A Podologia (do grego “podo” = pés e “logos” = tratado) é um ramo auxiliar da medicina que se dedica a anatomia, fisiologia e patologia dos pés. Cuidar de nossos pés é fundamental porque eles são à base de sustentação de nosso corpo. São 26 ossos, 107 ligamentos e 33 articulações responsáveis pelo estabelecimento de uma boa postura corporal, locomoção e impulsos de nosso corpo. Além disso, passam pelos pés diversos nervos que enviam constantemente impulsos nervosos para o cérebro e o coração, por exemplo. Dessa forma é impossível pensar em uma vida saudável, com qualidade e bem-estar sem associar com a necessidade dos cuidados com os pés. 

“A importância dos pés está no fato de que dependemos dele para tudo. Ele é um aparelho de 26 ossos que foi feito para sustentar uma determinada carga e é muito eficiente se bem cuidado.” – afirma o podólogo Luiz Pedreira, criador da Rede Spé, O Spa do Pé. 

Nossos pés são de vital importância para nosso corpo e nosso organismo. Eles são a nossa base de sustentação, nos dá equilíbrio e promove nossa locomoção. Devido a todas essas atribuições diárias nossos pés estão constantemente sujeitos a desgastes e tensões, que se não tratadas com cuidado e atenção podem se tornar doenças graves no futuro. 

A cada dia se tem mais noção da importância do cuidado dos pés. Uma unha encravada pode fazer com que você não consiga realizar uma atividade simples e corriqueira como caminhar e em pouco tempo toda a sua rotina estará comprometida devido a esse problema. A ida frequente ao um profissional podólogo está muito além da questão estética. É um cuidado preventivo para a plena saúde de seu corpo. 

“Uma unha encravada, por exemplo, pode provocar o afastamento do trabalho. Além da dor insuportável pode ser uma porta de entrada para bactérias e fungos.” – explica Luiz.

Os podólogos são os especialistas em tratar não somente doenças como calos, unhas encravadas e joanetes, eles, também, são responsáveis pela prevenção de uma série de doenças que podem dar os primeiros sinais a partir dos pés. Um exemplo disso é o caso dos pés de pessoas diabéticas que caso não recebam os cuidados necessários, feridas e machucados podem ter como consequência a amputação do membro. 

Com base nisso percebemos não só na importância do profissional podólogo em nosso dia–a-dia, como também o grande mercado de atuação que ele dispõe. Após a formação o salário médio de um profissional em podologia gira em torno de R$1,500 podendo subir quando o profissional se aprofunda em alguma área através de cursos de especialização e formações complementares.

Dentro da podologia encontramos os seguintes ramos: 

Infantil (podopediatria) - Podopediatria ou podologia infantil é o tratamento que visa à saúde dos pés de crianças de zero a doze anos de idade. Esse cuidado é essencial para assegurar o desenvolvimento correto dos pés dos pequenos e a prevenção de possíveis problemas no futuro. Algumas deformidades na pisada ou dores na fase adulta são consequência da falta de atenção e cuidados durante a infância. 

-Geriátrica (podogeriatria)- A podologia geriátrica ou Podogeriatria tem como objetivo atuar na prevenção da saúde dos pés de pessoas idosas, além de amenizar dores e outros problemas decorrentes da idade e do esforço feito durante os anos. O acompanhamento de um podogeriatra é fundamental porque corrige, trata e pode até curar diversos problemas que prejudicam a saúde e a locomoção dos mais velhos. 

-Laboral (pé do trabalhador) – A podologia laboral tem como área de atuação o tratamento dos pés de funcionários das empresas, analisando as causas de dores e como os problemas nos pés podem afetar a qualidade do desempenho do trabalhador. Esse ramo da podologia é fundamental, pois ajuda a melhorar o desempenho do funcionário, como por exemplo, auxilia na compra do calçado mais adequado para o uniforme e evita o afastamento do trabalho devido a problemas nos pés. 

-Desportiva (pé do atleta) - A podologia esportiva tem como objetivo minimizar o atrito sofrido nos pés dos atletas profissionais e amadores durante as competições e treinos, melhorar o desempenho físico e prevenir possíveis lesões ou outros problemas que podem ocorrer durante a atividade física. Além disso, este ramo auxilia a melhorar e aumentar o tempo de atuação do atleta evitando que este se aposente precocemente devido a um problema de saúde. 

-Preventiva – A podologia preventiva tem como foco de atuação a prevenção de diversos problemas que afetam os pés como unhas encravadas, rachaduras, micoses, bolhas etc. Nesta área além de realizar o corte correto das unhas, hidratação e higienização, o podólogo irá orientar sobre os principais cuidados com os pés que devem ser tomados por cada paciente após uma análise de sua rotina. 

-Ortopédica (ortopodologia) – A ortopodologia atua no tratamento de alterações morfológicas, funcionais e estruturais do pé. Ela irá redistribuir corretamente as forças e pesos do corpo exercidos sobre o pé e assim normalizar o equilíbrio, aumentar a estabilidade e melhorar a qualidade de vida através do uso de palmilhas corretivas feitas sob medida e outros corretores ortopédicos. 

-Pé de risco (com alterações e especificidades, como o pé dos diabéticos) – Nesta área os podólogos atuam na prevenção e no cuidado especializado evitando que lesões e outros problemas se agravem como, por exemplo, no caso de problemas nos pés de pessoas diabéticas. Dentre as várias complicações geradas pela doença os chamados pés diabéticos estão entre as mais comuns.  As feridas nos pés ocorrem quando a taxa de glicemia não está controlada promovendo deficiência na circulação sanguínea e dificuldade de cicatrização. Caso esta lesão não tenha o acompanhamento correto pode ter como consequência a amputação do membro. 

A rede Spé, O Spa do Pé, por exemplo, oferece o tratamento de monitoramento do Pé Diabético. Neste tratamento é feito um check up diagnóstico, corte de unhas com desencravamento simples, tratamento de calos, calosidades, fissuras, aferição de pressão arterial, medição de glicose, teste de sensibilidade com monofilamento e diapasão. Todo cuidado necessário para garantir a qualidade de vida e saúde dos pés de pessoas com diabetes. 

Muito além da questão estética, cuidar dos pés regularmente é algo fundamental para a saúde e bem-estar de todo o nosso corpo. Esse “motor ativo” é o que nos permite caminhar, saltar, correr e realizar todas as outras funções de nosso dia-dia.

 Podólogo

 

 

Podólogo ≠ Pedicure

Muitas pessoas confundem as profissões de podólogo e pedicure, porém existem bastantes diferenças entre as duas. O podólogo é um profissional da área da saúde responsável por cuidar dos pés, tratar doenças, analisar o tipo de pisada, tratar calosidades, cuidar dos pés de pessoas diabéticas, recomendar o uso de palmilhas e outros produtos para a correção de problemas nos pés, entre outros. Para atuar na área é preciso fazer um curso técnico, onde o profissional irá desenvolver métodos e aprender a mexer com todo instrumental.

Já a pedicure cuida da parte de embelezamento, limpeza, unhas artísticas etc. Não precisa de um curso específico para atuar na área, mas quem quer estar no mercado de trabalho deve estar sempre se atualizando.

 

Apesar de ser muito comum encontramos pedicures desencravando as unhas de suas clientes devido a sua experiência em lidar com esse tipo de problema quase que todos os dias, o podólogo é o mais indicado para esse tipo de trabalho. Ele terá todo o conhecimento necessário para não só desencravar a unha, como também, para cortá-la corretamente evitando outro encravamento e possibilidade de inflamação do local. 

 

Formação profissional 

A formação de um profissional podólogo pode ser feita através de um curso técnico com a duração de 18 a 24 meses ou por meio de uma formação superior com um curso tecnólogo com duração de cerca de 30 meses. Neste curso os alunos terão matérias como, microbiologia e anatomia para entender a fundo o funcionamento dos pés e de como eles afetam e estão interligados a todo o organismo, como também, serão ensinadas matérias especificas como, por exemplo, a forma correta de usar todos os instrumentais da área. 

Dentre as instituições que oferecem este curso de formação técnica temos o IBRAP (Instituto Brasileiro de Podologia), Instituto Valeria Vaz e o SENAC. O valor médio dos cursos é de R$300 a $400,00. Algumas instituições oferecem programas de bolsa com descontos que chegam até 50%.  Mas atenção: deve-se estar atento se o curso possui a autorização do Conselho Estadual de Educação e do MEC para que seja considerado válido para o mercado de trabalho. 

Algumas das atividades aprendidas e desenvolvidas por um podólogo durante a sua formação são: 

- Examinar detalhadamente os pés.

-Analisar os calçados do paciente e observar como eles podem estar sendo prejudiciais à saúde. 

-Diagnosticar doenças dos pés. 

-Higienizar e realizar o corte correto das unhas.

-Remover calos e calosidades.

-Confeccionar órteses plantares (dispositivos feitos sob medida para cada paciente e que são utilizados para correções, compensações e alívio de dores) etc. 

 

A importância da Biossegurança na formação em podologia

Dentro da formação do podólogo uma das áreas de maior importância e atenção são as normas de Biossegurança. A biossegurança é um conjunto de procedimentos e normas criadas para estabelecer a segurança dos trabalhadores de hospitais e clínicas de saúde. Esse conjunto tem como objetivo controlar e evitar riscos inerentes em determinada atividade como, por exemplo, chances de contrair doenças, protegendo assim a saúde do trabalhador e de todos ao seu redor. 

A biossegurança se divide em dois pontos: o Equipamento de Proteção Individual (EPI) e o Equipamento de Proteção Coletiva (EPC)

Os equipamentos de Podologia são os instrumentos de proteção individual (EPI) utilizado pelo podólogo durante o atendimento ao paciente. Esses instrumentos ajudam a prevenir doenças e lesões no ambiente de trabalho. São eles: 

Luvas – é um dos equipamentos essenciais na Podologia. Elas diminuem o risco de contaminação por sangue ou outros fluídos, além de evitar a disseminação de germes. 

-Máscara de proteção – reduzem o risco de contaminação por micro-organismos.

Óculos de proteção – eles bloqueiam impactos de resíduos de unhas, peles e produtos durante o procedimento.

Jalecos – protegem o corpo de objetos cortantes, produtos químicos e resíduos de pele ou unhas contaminados. 

Touca – evita que caia cabelo em ambiente laboral.

Além dos equipamentos e normas que auxiliam na proteção individual, a segurança da sala de Podologia também é fundamental. De acordo com a ANVISA, as salas de precisam seguir as seguintes especificações: 

-Área mínima de 2,5 metros quadrados.

-Pisos e paredes de textura lavável. 

-Todos os ralos devem conter a opção de fechar.

-Água encanada e potável.

-Ligação com a rede de esgoto local.

-Todas as mobílias devem ter superfície 100% lisa.

-Banheiro com pia, sabão líquido, papel toalha e água corrente. Recomenda-se o uso de banheiros separados para os profissionais do consultório. 

- Pia de uso exclusivo para limpeza de materiais de trabalho, como pinças e tesouras. 

- Equipamento completo de esterilização.

-Lixo em saco plástico fechado e preferencialmente separados para coleta seletiva.

Além disso, outras medidas fundamentais devem ser tomadas pelos profissionais de podologia como:

Higienização das mãos: elas sempre devem ser lavadas antes de qualquer procedimento. Apesar de uma medida simples, ela é uma das mais eficazes em evitar a propagação de doenças. 

Equipamentos de proteção: jalecos e aventais devem ser usados apenas no local de trabalho e nunca em áreas públicas onde são expostos a bactérias. 

Adotadas corretamente as medidas acima protegem profissionais, pacientes e sociedade. A biossegurança é uma importante aliada na prevenção de doenças transmissíveis como AIDS, Tétano e Hepatite B e C que podem contaminar profissionais e pacientes, caso não se tenha o cuidado correto com equipamentos durante as consultas.

Saber e seguir corretamente todos os cuidados e normas de biossegurança é fundamental para um profissional de podologia. São através destas normas que se previnem doenças que podem ser transmitidas durantes os atendimentos. Sendo assim, a Bissegurança é uma das matérias indispensáveis e essenciais em qualquer curso de podologia. 

Após você ter visto todas as informações descritas acima listamos abaixo nove motivos para você escolher a podologia como área de formação, confira:

1-A podologia é uma área em crescimento no Brasil e no mundo. A cada dia as pessoas tem mais consciência da importância do cuidado com a saúde dos pés e como problemas nesta parte do corpo podem afetar sua qualidade de vida e sua rotina.  

2- O curso técnico em podologia é rápido e qualificado. Este curso, seja técnico ou tecnólogo, prepara de forma eficaz o aluno para ingressar no mercado de trabalho. 

3- O investimento para a formação é baixo se comparado com outras áreas. O valor médio para um curso de formação em podologia varia entre R$300,00 e R$400,00 reais. 

4- São diversas as aéreas de especialização e atuação como: a podologia Esportiva, a podopediatria e cuidados com pés de risco. 

5- Os salários são atraentes, eles giram em torno de R$1,500 reais podendo aumentar com a especialização e complementação profissional do podólogo. 

6- Um podólogo poderá atuar em diversos locais como: clínica de estética, clubes de futebol, hospitais, clinicas especializadas em podologia, SPAs etc.

7- A podologia é uma área que permite empreender. Se você tem espírito empreendedor, após a sua formação é possível abrir seu próprio consultório para atuar na área. O IBRAP (Instituto Brasileiro de Podologia) possui um curso específico para quem deseja ter o conhecimento necessário para empreender na área de podologia.  

8- A podologia pode ser uma excelente formação complementar para os profissionais que já atuam na área da beleza como manicures e pedicures. 

9- No exterior, em alguns países como os Estados Unidos o ramo dos cuidados com os pés (lá conhecido como Podiatria) é uma das profissões mais bem pagas.

Agora que você já conhece um pouco mais sobre a área de podologia que tal colocar ela como uma de suas opções de formação ou especialização? Aproveite a oportunidade! 

Gostou do artigo? Vá até os comentários, tire suas dúvidas e conte para nós o que achou. 

Deixe um comentário

Os comentários devem ser aprovados antes de serem publicados

Return to top